Mito do Trabalho

Atualizado: Fev 8

Boa tarde a todos!

A postagem de hoje, talvez, deixe meus três leitores desconcertados. Mas o choque faz parte da Educação Financeira.

Sabe aquele mito que dizem que “trabalhando muito você ganhará dinheiro e será próspero”? Pois, sim, é um mito … lamento dizer.

Calma, gente! Não estou dizendo que você ficará rico sentado o dia todo. Mas o que eu quero dizer é que trabalhar muito não vai te garantir uma vida próspera.

A prova disso é a quantidade de concursos de prêmios para quem tem sorte ou mais belo corpo. A mídia faz durante o verão um programa patrocinado por uma concessionária que confere um carro zero quilômetro para a mulher mais gostosa bonita das candidatas. Não vou dizer o nome, mas tem já a música conhecida que toca naquela emissora de TV que você faria muito bem se plin-plin nunca mais assistisse.

O segredo está não em trabalhar muito, mas trabalhar BEM. Escolher suas batalhas.

A primeira vez que aprendi isso, na teoria, foi com o livro Pai Rico Pai Pobre de Robert Kiyosaki.

Ele usou dois conceitos: CORRIDA DOS RATOS e PISTA DE ALTA VELOCIDADE.

Na CORRIDA DOS RATOS, você tem o seu salário e junto com ele, suas contas. Quando seu salário aumenta, você aumenta suas contas. Assim, cada vez mais você está preso(a) numa roda onde o queijo parece que está tão perto quanto estava no dia anterior. Mas você está girando a roda e gerando energia para outras pessoas, certo?

A escola e a faculdade (palavras de Kiyosaki e assino-as embaixo) te preparam para ser o rato mais veloz, mas nunca para sair dessa corrida.

Na PISTA DE ALTA VELOCIDADE você, essencialmente, é o que recebe a energia gerada pelo ratinho da corrida acima. O corredor da pista é um cara que é um empreendedor. Mas não um empreendedor qualquer: mas um empreendedor de uma empresa muito especial que se chama “<>” cujo empregado principal é o seu dinheiro. Seu dinheiro é o empregado que gera lucro para a sua empresa sem exigir salário ou direitos trabalhistas no final.

Eu sou um corredor iniciante da PISTA DE ALTA VELOCIDADE. Para você fazer parte dessa corrida, o requisito é:

O dinheiro que você tem deve gerar o lucro que te sustenta…e mais um pouco!

E isso a escola não ensina. A faculdade, tampouco. Vejam: sou formado em Matemática com direito a mestrado e tenho 15 anos de experiência docente nos mais variados níveis. E vou te contar as surpresas chocantes que tive nesse mercado. Vamos lá:

1) A disciplina de Matemática Financeira da graduação é ELETIVA. Ou seja, se você quiser ser um professor de matemática que nunca viu nada de finanças, tá liberado.

2) Na escola básica, estudar polinômios, equações de segundo grau (a fórmula de Bhaskara, chamada assim somente no Brasil, um dos piores países do mundo em Educação, atrás até mesmo de ditaduras comunistas) é algo obrigatório. Mas Educação Financeira, não. Ah, sim, esqueci: tem uns livros didáticos que dedicam 2 ou 3 páginas ao assunto. Bla, bla, bla, merecem palmas! Professor bom não tem tempo de escrever livro didático.

3) Na escola, não se estuda: empreendedorismo, marketing multinível, educação financeira, uso responsável de mídias sociais, legislação, tributos, impostos, política (no sentido técnico e não ideológico, pois aí há “professores” que “fazem seu papel”). Claro, algumas escolas ensinam que até os sei-lá-que-anos tu não sabe se é menino ou menina, mas estou apenas divagando.

4) A resposta à minha dissertação de mestrado que tratava obviamente de Educação Financeira foi que “tu está treinando teus alunos para serem gananciosos”. Dinheiro não é nada. Dinheiro é lixo. Assinado: não importa quem edg pois tenho doutorado e logo tenho razão.

Pois bem, na escola e na universidade você aprende que o caminho é correr atrás do queijo o mais rápido que puder, pois você vai alcançar o queijo. Só que não! Perguntaste ao teu professor se ele já alcançou o queijo? Quantos professores você teve que, caso fossem demitidos, não precisariam alterar em nada suas vidas pois continuariam se sustentando?? Talvez meus alunos consigam dizer: CONHEÇO UM. Com sorte, algum deles conhece dois ou três.

Na verdade, o segredo é você estudar muito. Muito mesmo! Mas estudar com esse foco.

Como fazer isso? Com autores de verdade: Kiyosaki, por exemplo.

Minha sugestão: meu curso de Educação Financeira. Comece agora, aproveite enquanto é grátis.

Abraço.

Prof. Rivero.

p.s: texto dedicado ao meu finado pai Nelson (1939 – 2011) que dedicou sua vida a trabalhar muito e que infelizmente não alcançou o queijo como queria. Teu exemplo me serviu para aprender a buscar outros caminhos e a multiplicar a vitória. Meu sucesso é teu sucesso, mestre. Se eu não tivesse meu “Pai Pobre” jamais poderia me tornar o meu “Pai Rico”.

#paipobre #escola #pistadealtavelocidade #rendapassiva #estudo #corridadosratos #educaçãofinanceira #matemática #pairico #kiyosaki

Telefone.png
whats 3.png

+55 (51) 4042-0092

+55 (51) 98488-8460

professor@mentesfinanceiras.com.br

  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco

PREPARANDO MENTES FINANCEIRAS • Poto Alegre/RS -Brasil